A Celebração que realizo pode ser feita com ou sem efeito civil.
O casamento para ser válido no Brasil pode ser realizado perante um juiz de paz ou perante um ministro religioso habilitado. Ambas as formas exigem que seja feita uma habilitação anterior à cerimônia que garantirá a legalidade do ato. Após o advento do código civil de 2002 também é aceito a celebração do casamento com a habilitação posterior.
No meu caso, sou ministro de ritos com habilitação e outorga concedida pela Comunidade Mundial onde realizo uma cerimônia ecumênica baseada nos valores familiares que buscam o triângulo universal que une o ser humano à sua essência Cósmica. O Amor é a maior forma de representar a sabedoria do Criador e com muita dedicação busco semear este sentimento.

Passo a Passo do Casamento Religioso com Efeito Civil


Neste tipo de casamento, os noivos não recebem a certidão de casamento na hora da cerimônia, e sim recebem o Termo de Religioso com Efeito Civil que é o documento que deve ser encaminhado ao cartório para ser registrado e emitida a certidão de casamento civil.
PROCEDIMENTO PADRÃO (HABILITAÇÃO PRÉVIA)
1) O casal recebe do celebrante um pedido de Requerimento de Habilitação Civil, documento este devidamente preenchido pela instituição religiosa legalmente registrada, e junto com os documentos legais exigidos por Lei se dirige até o cartório de pessoas físicas dentro do prazo de 30-60 dias anteriores a data da cerimônia.
2) O casal retira no cartório depois do prazo fixado a Habilitação Civil autorizando a realização do casamento. Nesta habilitação já constará os dados legais, tais como sistema de comunhão de bens, nomes modificados depois do casamento e etc.., e entrega o mesmo ao celebrante antes da cerimônia para que possa ser elaborado o Termo de Religioso com Efeito Civil.
3) Por ocasião da cerimônia o Celebrante entregará aos noivos, agora já casados, os seguintes documentos: a) Termo de Casamento Religioso, preenchido, datado e assinado por todas as partes, incluindo o celebrante e os padrinhos; b) Requerimento de Registro Civil, preenchido, datado e assinado pelo celebrante. Com a posse destes dois documentos o casal tem prazo legal de até noventa dias para dar entrada no mesmo cartório que pediram a habilitação, a fim de que a cerimônia seja confirmada e registrada nos autos do cartório e por fim retirar a certidão do casamento.
Documentos que os noivos devem levar no cartório para dar início à habilitação:

- Cédula de identidade das 02 testemunhas que devem estar presentes no momento da entrada dos documentos ( não é necessário ser as mesmas testemunhas que vão assinar a ata na data da cerimônia).
Solteiros
- Cédula de identidade de ambos os noivos;
- Certidão de nascimento de ambos os noivos;
Divorciados
- Cédula de identidade de ambos os noivos;
- Certidão de casamento com averbação de divórcio;
Viúvos
- Cédula de identidade de ambos os noivos;
- Certidão de casamento do primeiro casamento;
- Certidão de óbito do cônjuge falecido;
Estando os documentos em ordem, o oficial afixa as proclamas do casamento em local de fácil acesso do cartório e publica na imprensa local para conhecimento público. Se em um prazo de 30 dias não houver nenhum impedimento, os noivos estarão aptos para casar dentro do prazo de 90 dias corridos.
IMPORTANTE: As taxas e ou emolumentos cobrados pelo cartório para o edital/registro/certidão de habilitação devem ser recolhidos pelos noivos diretamente no cartório e não tem relação com o preço cobrado pela celebração. Os documentos acima descritos podem sofrer alterações, recomenda-se entrar em contato diretamente com o cartório mais próximo ao domicílio dos noivos para maiores informações.